segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Operação La Catrina resulta em nove prisões em Jerônimo Monteiro e Castelo

Uma ação conjunta, deflagrada na manhã desta sexta-feira (27), resultou em nove prisões nas cidades de Jerônimo Monteiro e Castelo. A Operação La Catrina contou com policiais civis das Delegacias de Jerônimo Monteiro e Castelo, com apoio de policiais civis de circunscrições vizinhas (Cachoeiro de Itapemirim, Dores do Rio Preto, Alegre e Muqui) e da Polícia Militar. “A operação teve origem em Jerônimo Monteiro, com o objetivo de apurar a associação criminosa responsável pelo tráfico de drogas na cidade. Foram mais de três meses de investigação, que culminou com o levantamento de toda a estrutura criminosa voltada para a prática do tráfico de entorpecentes no município”, explicou o titular da DP de Jerônimo Monteiro, delegado Marcelo Meurer. Ao longo das investigações, outros 11 indivíduos foram detidos em flagrante delito por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Na ação desta sexta-feira, sete pessoas foram presas em Jerônimo Monteiro e duas em Castelo, o que totaliza 20 prisões relacionadas a esta investigação. Um adolescente, grande quantidade de drogas e armas de fogo foram apreendidos. “Há cerca de duas semanas, o principal responsável pela distribuição de drogas para os traficantes de Jerônimo Monteiro foi detido, no distrito de Monte Alegre, com grande quantidade de entorpecentes e arma de fogo, após ter o seu endereço identificado durante as investigações. Contra ele havia também um mandado de prisão expedido pela Vara Criminal de Cachoeiro de Itapemirim, também por tráfico de drogas”, disse o delegado. Os detidos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário.
Operação La Catrina
Na cultura popular mexicana, é a representação do esqueleto ou caveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário