quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Polícia Civil prende homem em flagrante por uso de documento falso em Paraíso

A equipe da 61ª Delegacia de Polícia Civil de Paraíso do Tocantins foi acionada nesta terça-feira, 23, por um funcionário de uma *instituição de crédito*, com a informação de que um homem teria tentando abrir uma conta bancária portando documentos falsos. Policiais civis da 61ª DPC, com apoio do delegado de polícia Manoel Frota, plantonista do dia, deslocaram-se até o local onde foi efetuado o auto de prisão em flagrante do homem de 36 anos de idade. As investigações começaram na última sexta-feira, 19, depois que o suspeito foi até o banco para abrir uma conta e teria apresentado documentos falsos. Um funcionário do banco desconfiou que já havia visto o suspeito quando trabalhava em outra instituição bancária, local em que ele utilizou nome diferente para fazer um financiamento bancário. No dia dos fatos, a Polícia Civil foi contatada e, de imediato, iniciou as investigações que apontaram ser o homem um estelionatário que já tinha passagens pelo mesmo crime nos estados do Goiás e Tocantins. O homem retornou ao banco nesta terça-feira, 23, e a polícia efetuou a prisão em flagrante delito no momento que ele saía da instituição bancária. Ao ser questionado, ele ainda tentou enganar a polícia apresentado documentos falsos usados anteriormente, mas foi imediatamente detido. O homem foi autuado pelo crime de uso de documento falso, tipificado no artigo 304 do Código Penal Brasileiro e poderá ser condenado a uma pena de 2 a 6 anos de prisão e multa. Após a lavratura do procedimento legal cabível, o suspeito foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde se encontra à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário