terça-feira, 17 de maio de 2022

Embrapa apresenta tecnologias na AgroBrasília 2022


Durante a AgroBrasília 2022, evento realizado de 17 a 21 de maio no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, na região do PAD-DF, Distrito Federal, a Embrapa vai apresentar as mais recentes soluções para os sistemas agropecuários do Planalto Central na vitrine de tecnologias, no estande e em outros espaços da feira, além de contribuir para a programação técnica com dia de campo, palestras de pesquisadores de diversas unidades de pesquisa e com o desafio de soluções tecnológicas Inova AgroBrasília. Depois de dois anos de pandemia da Covid-19, a feira volta a ser realizada em formato presencial com entrada franca, e também on-line pela plataforma https://digital.agrobrasilia.com.br/. A vitrine tecnológica e o estande da Embrapa contarão com a participação das unidades Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás, GO), Cerrados (DF), Hortaliças (DF) e Recursos Genéticos e Biotecnologia (DF). No espaço, o visitante vai conhecer uma infinidade de cultivares e sistemas de produção, além de bovinos de corte e leite. Serão apresentadas forrageiras tropicais com grande versatilidade de uso em sistemas de produção animal e agrícolas integrados, como a cultivar de Andropogon (BRS Sarandi) para sistemas extensivos em ambientes desafiadores, as cultivares de braquiária (BRS Integra, híbrido BRS RB331 Ipyporã, BRS Paiaguás e BRS Piatã) e de leguminosas (guandu BRS Mandarim, estilosantes BRS Bela e amendoim forrageiro BRS Oquira) para sistemas de pastejo extensivos ou integrados com culturas anuais (Integração Lavoura-Pecuária) e as cultivares de Panicum maximum (BRS Quênia, BRS Zuri e BRS Tamani) e de capim-elefante (BRS Kurumi, BRS Capiaçu e BRS Canará) para sistemas pastoris intensivos (carne e leite). Diferentes cultivares de maracujás desenvolvidas pela Embrapa Cerrados serão mostradas como opções para a produção de frutos e flores. As cultivares de maracujás azedos (BRS Gigante Amarelo, BRS Sol do Cerrado e BRS Rubi do Cerrado), doce (BRS Mel do Cerrado) e silvestres (BRS Pérola do Cerrado, BRS Sertão Forte) são opções para os fruticultores. As cultivares de maracujazeiros ornamentais (BRS Estrela do Cerrado, BRS Rubiflora, BRS Roseflora, BRS Rósea Púrpura e BRS Céu do Cerrado) são alternativas para cultivos em vasos e para paisagismo de cercas, pérgolas e muros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário