terça-feira, 24 de maio de 2022

Uesc recebe professoras norte-americanas


As professoras norte-americanas Sarah Van Horn e Ana Almada Santos estão realizando intercâmbio na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Elas vão permanecer na instituição até dezembro deste ano atendendo ao Edital Capes nº 16/2019, pelo projeto “Identidades Interculturais na Formação Docente em Língua Inglesa na Uesc”. O projeto é de autoria da professora Tatiany Pertel Sabaini Dalben, atualmente sob a coordenação da professora Luciana Cristina da Costa Audi e vice-coordenação do professor Isaias Francisco de Carvalho. “Pioneira nessa parceria, a Uesc obteve êxito em todas as edições do edital Capes/Fulbright das quais que participou. A atual versão do projeto busca dar continuidade aos trabalhos anteriores proporcionando a troca de conhecimentos linguísticos e socioculturais, fomentando a internacionalização e a cooperação internacional em nossa Universidade,” explica a professora Luciana Audi. “O objetivo é proporcionar o aprimoramento do ensino-aprendizagem da língua inglesa nos diversos cursos da Uesc, bem como a consolidação da formação docente no curso de Letras, proporcionando formação linguística por meio de práticas interculturais de abertura, conhecimento e respeito às outras culturas e identidades,” detalha a professora Luciana. As duas bolsistas, Ana Almada Santos e Sarah Van Horn, têm atuado mais pontualmente no Departamento de Letras e Artes (DLA), sob a supervisão da prof. Dra. Luciana Audi, onde pretendem desenvolver atividades relacionadas ao ensino da língua inglesa através de cursos de extensão, oficinas, palestras, participação e contribuição nas aulas de Língua Inglesa, tanto nos cursos de graduação quanto nas ações de extensão vinculadas ao Projeto, no qual ambas já estão realizando nas aulas de língua inglesa desde o início de abril. Ao saudar as professoras, o reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro Fernandes, lembrou que “qualquer universidade que queira produzir conhecimento e educar de maneira semelhante ao que se faz nas maiores universidades do mundo tem que ter um intercâmbio muito intenso. Atualmente a nossa Universidade tem convênios com 37 instituições internacionais em 14 países recebendo e enviando alunos, pesquisadores e professores. O intercambio é uma dos caminhos eficientes para ampliação do volume e da qualidade do ensino e das pesquisas.” Dentre as ações previstas para este ano, além das aulas de inglês, já em andamento, constam atividades de conversação em língua inglesa (Conversation Club), oficinas para ensino de língua inglesa através de músicas e oficinas para professores da Educação Básica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário