quinta-feira, 2 de junho de 2022

Chanceler cubana visita a UNEB e discute parcerias em encontro aberto no Pelourinho


O Centro de Estudos dos Povos Afro-índio Americanos (Cepaia) da UNEB, no Pelourinho, recepcionou a chanceler e diretora para América do Sul do Instituto Cubano de Amizade aos Povos (ICAP), Tânia Parra, na noite da última quinta-feira (26). Em encontro aberto, organizado pelas Secretarias Especiais de Articulação Interinstitucional (Seai) e de Relações Internacionais (Serint), foram discutidas as possibilidades de realização de acordos bilaterais de cooperação, envolvendo a UNEB e a Universidade de Havana, parcerias para o intercâmbio de estudantes, mobilidade para pesquisadores e a criação de catédras Bahia – Cuba. “Cuba está de portas abertas para a troca de saberes, para aprender e ensinar nesse caminho de ofertar condições melhores de vida para as populações. Acreditamos que um futuro melhor passa pela solidariedade entre os povos, pela interação dos sujeitos da ciência e da cultura”, destacou Tânia. A universidade esteve representada pelos secretários especiais Ricardo Moreno (Seai) e Elizeu Clementino (Serint), pelo diretor do Cepaia, Euclides Santos, e por docentes e servidores técnico-administrativos. A atividade contou também com a participação da presidente da Associação Cultural José Martí (ACJM) e do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), Ivone Souza. “A presença da chanceler aqui no Cepaia, em pleno Centro Histórico de Salvador, que é a primeira capital do Brasil, desperta em nós o sentimento de solidariedade, nos une enquanto países que até hoje lidam com as consequências de terem seus povos escravizados e buscam soluções a partir da produção de saberes”, afirmou o secretário Ricardo Moreno. De acordo com o secretário Elizeu Clementino, são muitas as possibilidades e perspectivas para os possíveis acordos junto à universidade cubana. Durante a atividade, ele apresentou o formato que vem sendo trabalhado pela UNEB na criação de oportunidades para o intercâmbio discente. O diretor Euclides Silva destacou a importância de também fortalecer, com a parceria do ICAP, ações de aproximação com os grupos de pesquisas sediados no centro, que tratam das temáticas relacionadas à presença da história e cultura cubanas na Bahia.

O Instituto Cubano de Amizade aos Povos (ICAP) é o órgão do governo cubano que faz diplomacia com movimentos sociais de todos os países. Tânia Parra é bacharel em Estudos Socioculturais e Metodologia de Pesquisa e especialista em Assuntos Políticos do ICAP.

Atualmente é diretora do ICAP e a principal especialista para a América do Sul, atendendo Brasil e Paraguai. O encontro contou com a colaboração da Fundação Maurício Grabois, da ACJM e do Cebrapaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário