domingo, 31 de julho de 2022

Especialista alerta para cuidados com harmonização facial e cita outros métodos eficazes

Muito popular entre as celebridades, a harmonização facial tem sido vista como um das possibilidades mais eficazes para alcançar um rosto rejuvenescido, sem expressões que conotam qualquer sinal de envelhecimento. “O procedimento, realizado com ácido hialurônico, busca um equilíbrio harmônico entre os traços do rosto, como o próprio nome já evidencia”, explica a especialista em estética e diretora da Clínica Hartmann, Maria Hartmann. A especialista menciona que não é apenas as mulheres que buscam os consultórios para alcançarem um aspecto mais proporcional e simétrico para o rosto. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), esse procedimento não-cirúrgico é um dos mais procurados por pacientes do sexo masculino, revelando que, entre os anos de 2014 e 2019, houve um aumento de 255%, elevando de 72 mil para 256 mil ao ano. Apesar da intervenção ser eficaz em pessoas de diferentes faixas etárias que estejam insatisfeitas com as suas linhas faciais, é preciso precaução com o preenchimento. O excesso pode causar danos irreversíveis ao rosto do paciente, por isso a especialista recomenda utilizar uma quantidade mínima possível do preenchedor necessário à sustentação. “É fundamental optar pela qualidade da pele e evitar aplicações feitas por profissionais que não sejam especialistas, pois o rosto pode se deteriorar com preenchimento em bloco”, destaca. Maria Hartmann enfatiza que há disponível no mercado métodos menos invasivos, como o ultraformer e botox. “Existem alternativas que também apresentam resultados satisfatórios, como cremes para a pele do rosto e tratamentos como o microagulhamento e o bioestimuladores de colágeno, que garantem uma pele com textura e aspecto melhor”, afirma. Ela afirma que muitos pacientes procuram a clínica decididos a realizar determinado procedimento, tendo como base os parâmetros exibidos por celebridades. Mas destaca que cada caso é diferente um do outro, pois as pessoas têm rostos com características únicas que determinarão a escolha do procedimento mais adequado e, no caso da harmonização, a quantidade aplicada em cada parte da face, completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário