terça-feira, 2 de agosto de 2022

Coops baianas participam de evento mundial do Ramo Crédito

Por HUXLEY BRUNO - Uma delegação com representantes de cooperativas de crédito baianas participou entre os dias 17 e 20/7 da Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito (World Credit Union Conference – WCUC 2022), em Glasgow, Escócia. Considerado o maior evento mundial do ramo, participaram dirigentes, gestores, conselheiros e autoridades reguladoras internacionais ligadas a uniões de crédito e outras instituições financeiras cooperativas. A presença das cooperativas baianas à conferência teve por objetivo oportunizar aos participantes conhecer diferentes realidades de outras cooperativas ao redor do mundo, promovendo a troca de experiências e o networking. Na programação, o evento contou com palestras de expoentes internacionais na área, além da exposição de casos de sucesso de gestão de cooperativas de crédito. Houve também sessões para discussão com líderes da atualidade, abordando assuntos relacionados à inovação e novas tecnologias como blockchaim, inteligência artificial, futuro do trabalho, cibersegurança, bem como a empatia aplicada aos negócios. Vandevaldo Rios, vice-presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Bahia e presidente do Sicoob Coopemar destacou a necessidade permanente da adoção de medidas de segurança por parte das cooperativas crédito. “Percebi que das lições aprendidas, o desafio é muito grande, sobretudo com relação à necessidade de estarmos mais preparados para a inovação, a digitalização, de modo a nos precavermos contra ataques cibernéticos, repensar o nosso negócio para o crescimento, a perenidade. É aproveitar ao máximo do que aprendemos e trazer para nossas cooperativas dentro da nossa realidade e envolver as pessoas. Hoje eu tenho o compromisso de socializar os conhecimentos adquiridos com nosso time para que possamos estar evolvendo-os e fazendo com que eles melhorem e aprendam mais”. Para o presidente da Unicred do Nordeste, João Batista de Cerqueira, os participantes retornam da Escócia com uma missão maior. “Sempre aprendemos com intercâmbio, portanto, foi fundamental a participação das cooperativistas baianas na Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito. Lá pudemos ver outras experiências exitosas e, lógico, voltamos para casa munidos de mais informações para que possamos transformar o cooperativismo baiano em um ambiente de vitória, de contribuição a toda coletividade do nosso estado”, explicou o dirigente. Maria Vandalva, presidente do Conselho de Administração do Sicoob Coopere, destacou a resiliência das cooperativas de crédito que ainda atravessam as dificuldades oriundas da pandemia da Covid-19. “Foi um momento relevante e demonstrou para nós, líderes do Movimento Cooperativista na Bahia, que as consequências pandêmicas da Covid-19 ainda assolam o mundo e, mesmo em diferentes proporções, afetam crucialmente as nossas cooperativas. Neste sentido, somente uma assertiva estratégia com foco na educação/preparação das pessoas (membros) e consolidação de parcerias podem restaurar as cooperativas e fazê-las retomar seu papel no mundo: promover justiça social e financeira”, defendeu a presidente. Reflexões sobre o papel do cooperativismo de crédito nas comunidades em que estão presentes foram destacados pela representante do Sicoob Extremo Sul, a diretora de relacionamento da instituição, Neire Santiago. “A experiência de participar de um evento mundial, com várias representatividades e assuntos atuais referente ao Cooperativismo, me levou a grandes reflexões, como, por exemplo: Como transformar a minha cooperativa numa referência dentro da sociedade local? Como contribuir para o crescimento econômico e social nas cidades onde os pontos de atendimento estão inseridos? Como aumentar a segurança cibernética com atitudes simples, como conscientização e informação aos associados e usuários, dos cuidados básicos necessários? Entre tantas outras reflexões, debatidas nas palestras e oficinas”. “A participação na WCUC 2022 repercutiu de maneira significativa para o meu aprendizado profissional, uma vez que foram abordadas temáticas atuais e necessárias para o crescimento do cooperativismo baiano. Ressaltar que as sessões foram direcionadas por excelentes palestrantes, proporcionando um olhar crítico e reflexivo dos temas. Destaco os momentos de interação e network que contribuíram para conhecer pessoas de outros sistemas e trocar as experiências vividas. Por fim, saímos desse evento com muito conhecimento adquirido e com desejo de aplicar na prática em nossas cooperativas”, disse Josiel Barbosa, diretor de relacionamento do Sicoob Coopemar. “O evento, até então, foi o maior em termos de quantidade e diversidade de pessoas que já participei. Tive a oportunidade ímpar de como liderança feminina do Sicoob Norte Sul estar presente e ter percepções maravilhosas, como também conhecer lideranças inspiradoras que me engajaram a querer avançar no sistema cooperativista brasileiro e colocar todo o conhecimento agregado neste evento à disposição da equipe e/ou de qualquer membro do cooperativismo. Trouxe à minha carreira ainda mais engajamento e comprometimento com a evolução da nossa cooperativa singular e de todo o sistema cooperativista da Bahia. Sou grata a todos que me proporcionaram essa experiência incrível e tão enriquecedora. Experiência singular e muito agregadora”, celebrou Magna Matos, diretora administrativa do Sicoob Norte Sul. Após a suspensão em 2020 e a edição on-line em 2021, devido à pandemia da Covid-19, a conferência voltou a ocorrer no formato presencial. A comitiva brasileira presente foi composta por 300 integrantes ligados às cooperativas de crédito. Conforme divulgação da organização estiveram presentes no evento representantes de 135 países. A próxima edição, a WCUC 2023, está prevista para ocorrer de 23 a 26 de julho de 2023, em Vancouver, Canadá. “Participar da WCUC 2022 foi uma oportunidade ímpar, na qual pude me inteirar melhor com o ramo Crédito e vivenciar um intercâmbio de ideias e troca de experiências, além de despertar meu conhecimento para temas importantes como o futuro com as novas tecnologias que estão sendo desenvolvidas e implantadas, segurança e valor das informações, dentre vários outros temas que foram abordados durante o evento”, finalizou Márcio Santos Silva, controller da Oceb que acompanhou a comitiva baiana, a qual teve o apoio do Sescoop/BA para participar do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário